Academia Mineira de Letras (AML) recebe a professora Barjute Bacha

0
130

No dia 27 de abril, a Academia Mineira de Letras (AML) recebe a professora Barjute Bacha para a palestra “Elizabeth Rennó: Literaturas e Academias”, uma análise da obra da Presidente da AML, às17h.

O evento faz parte do programa Universidade Livre – Plano Anual de Manutenção AML, realizado mediante a Lei Federal de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Instituto Unimed-BH, por meio do incentivo fiscal de mais de 4,7 mil médicos cooperados e colaboradores. A AML integra o Circuito Liberdade.

Este encontro propõe uma leitura do universo literário da escritora Elizabeth Rennó, buscando compreender os diversos matizes da palavra – elemento temático e peça constitutiva da sua poética. A palavra, matéria-prima da criação e da crítica, revela-se objeto essencial para atravessar a existência, conhecer as artes, percorrer o tempo, o espaço, sobretudo conquistar um lugar nas Academias e, nesteabrigo tradicional da Letras, tentar instaurar outra ordem.

A ensaísta Elizabeth Rennó foi prefaciada por Antônio Houaiss (1987) e teve o seu texto publicado no formato de livro.  O volume integra a Coleção Afrânio Peixoto da Academia Brasileira de Letras. Como poeta revela-se atuante no campo da produção literária; além de se tornar a primeira mulher a ocupar a Presidência da Academia Mineira de Letras.

Sobre a palestrante:

Barjute Bacha é professora de Literatura, formada pela Universidade Federal de Minas Gerais. Atua, com rica experiência, no Ensino Médio e Superior. Presta serviços de orientação e consultoria para instituições privadas e públicas, como a Universidade Federal de Minas Gerais, a Biblioteca Pública Luís de Bessa e a Secretaria de Cultura, Secretaria de Educação, a Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, Academia Mineira de Letras, dentre outras. É autora de livros didáticos e de ensaios de literatura, publicados no Brasil e no exterior. Em 2003, convidada pelo Presidente Dr. Murilo Badaró, presidiu a Sessão Comemorativa do Centenário de Lúcia Miguel Pereira, na AML.  Na ocasião, proferiu a palestra “Lúcia Miguel Pereira: uma voz em surdina”, publicada na Revista da Academia Mineira de Letrasem 2004. Ativa colaboradora da AML tem oferecido, com regularidade, palestras sobre autores brasileiros no projeto Universidade Livre. Em 2017, foi responsável por duas Oficinas de Escrita Criativa, também na Academia Mineira de Letras.

 

SERVIÇO:

Elizabeth Rennó: Literaturas e academias” – com Barjute Bacha

  • Data: 27 de abril
  • Horário: 17h
  • Local: Academia Mineira de Letras (Rua da Bahia, 1466 – Lourdes – BH/MG).
  • Entrada gratuita. academiamineiradeletras.org.br

Instituto Unimed-BH

Associação sem fins lucrativos, o Instituto Unimed-BH foi criado em 2003 com a missão de conduzir o Programa de Responsabilidade Social Cooperativista da Unimed-BH. Os projetos desenvolvidos têm na saúde sua área prioritária, mas mantêm interface com outros campos por meio de cinco linhas de ação: Comunidade, Meio ambiente, Voluntariado, Adoção de espaços públicos e Cultura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here