5 Doenças de pele mais comuns na infância

0
34

Especialista explica que algumas doenças podem ser evitadas e tratadas facilmente, além de serem comuns e que os pais não precisam se assustar

A infância é aquele momento em que queremos descobrir o mundo. Nessa fase, somos curiosos e não temos muita noção de perigo. Tocar em diversas coisas que parecem interessantes, sem ter receio do que pode acontecer é muito comum. Consequentemente, alguns problemas de pele podem aparecer. Além disso, os pequenos são mais frágeis e podem apresentar diversas reações a alguns produtos ou ambientes que frequentam, ocasionando as temidas alergias ou outros problemas relacionados.

Tais adversidades preocupam muito os pais que, em diversas vezes, podem ter dúvidas ou dificuldade para lidar com a situação. Porém, a dermatologista Joana Barbosa, explica que algumas doenças de pele são comuns na infância e podem ser tratadas de diversas formas, além disso, a prevenção também é o melhor remédio.

A especialista esclarece que há diferentes causas relacionadas às doenças de pele nas crianças. Em bebês, por exemplo, o sistema imunológico ainda está ganhando maturidade, então é comum que haja algumas reações aos produtos de higiene, fraudas ou, até mesmo, alguns tecidos. “Neste momento os pais devem ficar atentos e observar a pele. Caso observe alguma anormalidade, optar pelo uso de outras composições. Já em crianças maiores, as doenças podem ser adquiridas nos ambientes que elas frequentam, como creches, parques e etc”, alertou.

Barbosa esclarece que em todas as situações o melhor é prevenir, mas ao mesmo tempo, por serem relacionadas a situações e locais diferentes, talvez não tenha como evitar. “Nesse caso, a melhor opção é que se houver qualquer anormalidade na pele das crianças, procurar um especialista é o essencial. Após avaliação será indicado a melhor forma de combater o problema”, disse.

Principais doenças de pele na infância

Algumas doenças são mais comuns que outras nessa fase. Confira as principais e suas formas de tratamento:

Eczema – a doença é caracterizada pelo surgimento de pequenas lesões no corpo. Geralmente, começa com pequenas marcas vermelhas e evoluem para bolhas de água que ao se romperem liberam um líquido claro. Existem vários tipos e níveis para a doença. A Eczema também pode estar relacionada ao surgimento de outras doenças. Por esse motivo, é importante procurar sempre um médico. Após avaliação de um especialista, será possível encontrar o tratamento mais adequado.

Miliaria (Brotoeja) – Um dos problemas mais comuns entre as crianças é a Miliaria, ou as temidas brotoejas, como é popularmente conhecida. Tal doença está relacionada ao suor e pode surgir devido a temperaturas mais quentes. Caracteriza-se pelo surgimento de pequenas bolhas de água pelo corpo, principalmente em locais de dobra da pele. Geralmente, a doença desaparece sozinha e como forma de prevenção, deve-se evitar o uso de muita roupa em dias quentes.

Catapora – Também conhecida como Varicela, a catapora é causada por um vírus chamado “varicela-zoster” e é altamente contagioso. Aquela história que a doença é adquirida apenas uma vez na vida é verdade, por isso ela é tão comum em crianças e muito rara em adultos, já que a maioria já teve na infância. O problema não é considerado grave, mas pode ser muito incômodo. A principal complicação está relacionada às infecções adquiridas ao coçar a pele, por esse motivo, é fundamental evitar o ato. Geralmente, a doença desaparece em até duas semanas. Alguns medicamentos podem aliviar os sintomas, mas para utilizá-los é necessária passar por avaliação médica.

Impetigo – Também muito comum na infância, a doença se trata de uma infecção bacteriana superficial na pele. Caracteriza-se pelo surgimento de crostas, ou melicérias. Podem formar bolhas que, ao se romperem, liberam um líquido parecido com mel. A melhor forma de tratamento é fazendo a limpeza do local com água e sabão. Além disso, podem ser usadas cremes ou pomadas com antibióticos e medicamentos orais. Para utilizar tais métodos é imprescindível a avalição prévia de um especialista.

Molusco Contagioso – considerada uma infecção viral relativamente comum nas crianças, o Molusco Contagioso é caracterizado por pequenas lesões da cor da pele. É causado por um vírus chamado “poxvírus”, e a forma de transição é através de contato direto. Portanto, a melhor maneira de prevenção é evitar ficar perto de pessoas que tenham tais lesões. Geralmente, após avaliação, o médico indicará qual o melhor tipo de tratamento que pode envolver desde extração manual a procedimentos cirúrgicos dependendo do grau de desenvolvimento da infecção.

Fonte: Joana Barbosa, médica dermatologista e membra da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). É responsável pela Clínica Dermax, em Belo Horizonte (www.drajoanabarbosa.com).

Assessoria de Imprensa

 

Déborah Ribeiro – Assessora de Comunicação e Imprensa

Letra Comunicação e Marketing

www.letracomunicacao.com

deborah.letra@gmail.com

(31) 3236-1477 ou 98429-7565

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here