Seminário de Educação Emocional da IYF traz Palestras que tratam de temas atuais

0
700

O terceiro módulo abordou o tema “O sofrimento causado pela autojustiça.”

Aconteceu na noite da última segunda-feira (16), o terceiro módulo de Educação Emocional para Jornalistas e Comunicadores realizado pela IYF BRASIL. O evento iniciou às 19h30, pela plataforma ZOOM e estavam presentes jornalistas, estudantes e a equipe de assessoria de Imprensa da Organização IYF.

O evento inicialmente  contou com as boas vindas da Diretora da Escola Musical Sesory, Miha Ju, ela explicou  que  “[…] Por conta da pandemia muitas pessoas estão passando por dificuldades e problemas, mas eu posso agradecer pois temos estes programas que nos ensinam como podemos ultrapassar as  dificuldades. A escola Sesory  é uma Escola Técnica de Música que forma músicos profissionais com base na educação Clássica, fundada pelo pastor Ock Soo Park, pois ele acredita que:  A força da música é impressionante, a pureza da música abre o coração das pessoas.”

Para  encerrar a saudação, os alunos da escola Sesory cantaram  a canção “Obladi Oblada”.

O palestrante presidente do  INTERNATIONAL   EDUCATION  INSTITUTE,   Dr. Jae Hong Kim, falou sobre o sofrimento causado pela autojustiça::   “O ser humano, não consegue ser  correto sempre e a nossa própria justiça encobre  nossos erros,”  ele também disse: “a  Justiça própria, faz com que não consigamos pensar profundamente e  dispor de um  pensamento correto, faz quebrar a conexão com as outras pessoas,  e para sermos felizes, precisamos ter conexão com as pessoas ao nosso redor.”

Encerrando o evento,  teve o momento de  troca de ideias, onde os  jornalistas puderam falar sobre a Educação emocional. Representando o Jornal pelo Mundo DF, o Jornalista Ueliton Caldeira de Mello,  falou: “até onde vai o nosso senso de justiça, muitas vezes o que é justo para mim, não é justo para o próximo e é uma das coisas mais difíceis de racionalizar e pensar, qual é o meu senso de justiça?,  escutando, recordei que  já havia pensado sobre isso antes, e já posso aplicar em outras áreas.

Representando a  Revista Cenário de Minas, o jornalista Geraldo Félix, disse: “Eu achei muito interessante, acho que falar de empatia e equilíbrio emocional  é muito difícil, como jornalista, trabalho muito com jornalismo político e as eleições de ontem (15/nov.), mostraram muito isso, estou acompanhando que aqui tem muitas brigas, então vejo que a questão da Educação Emocional mexe muito com essa parte, se não soubermos, isso nos traz muitos desgastes, é preciso ter o equilíbrio. Foi muito produtivo e importante, obrigado pela oportunidade.”

Representando  o site Portal do Amaral, o jornalista Jonas Amaral também expressou sua opinião: “Eu só tenho a agradecer pela oportunidade, são temas muito atuais, nós necessitamos muito, a educação emocional, é algo que estamos sempre aprendendo, às vezes pensamos que entendemos,  mas na verdade estamos aprendendo a cada dia.

A International Youth  Fellowship acredita que através das palestras de educação emocional, os jornalistas terão a oportunidade de encontrar o equilíbrio para enfrentar as dificuldades e pressões da profissão no dia a dia, assim como as  preocupações crescentes quanto ao futuro do jornalismo.

O quarto encontro será na próxima segunda-feira (23.11), às 19h20min. E o tema abordado será “sabedoria”.

Fonte: Assessoria IYF

Mais informações:https://www.facebook.com/groups/fjb2020

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here