O vermelhinho mais famoso da culinária também tem um dia para chamar de seu

0
541
Processed with VSCO with j5 preset

Confira dicas de preparos com os diferentes tipos da fruta

Na próxima segunda-feira, 1º de fevereiro, é celebrado o dia de uma das frutas mais populares da cozinha. Não é a banana, laranja, muito menos o mamão ou a maçã. A data homenageia o tomate, que apesar de ser muito usado em massas e molhos italianos, só chegou à Europa no século XVI. E mesmo assim, ao chegar no continente europeu, não era comido, mas usado como decoração nas mesas de banquetes. Os italianos foram os primeiros a usá-lo como alimento. Por lá, chamaram a fruta de “promo d’oro” (pomo de ouro), que também deu origem ao nome da receita de molho de tomate ao pomodoro.

Outra curiosidade do tomate é o fato dele ser extremamente rico em vitaminas. O licopeno, responsável pela cor vermelha da fruta, por exemplo, está presente em abundância e é associado à redução de risco a diversos tipos de cânceres. Esse nutriente é realçado e absorvido pelo organismo quando o ingrediente é levado às altas temperaturas, como acontece nos molhos, sendo um excelente antioxidante natural.

O tomate ajuda também a manter os vasos sanguíneos saudáveis, além de possuir fibras que contribuem para diminuir os níveis de colesterol ruim (LDL). Ele é responsável ainda por fortalecer a saúde dos ossos e melhorar a visão, ser fonte de potássio, mineral muitas vezes escasso na alimentação dos brasileiros, regular os níveis de açúcar no sangue, controlando o diabetes e evitar a hipertensão arterial, derrames, artrite e distúrbios digestivos.

Por entender bastante as peculiaridades da fruta, o comerciante Sidney de Carlos Lima, proprietário do Sidney Hortifrútis, no Mercado Distrital do Cruzeiro, costuma dar dicas aos clientes de qual o melhor tipo para cada receita. “O tomate Carmen, por exemplo, também conhecido como tomate longa vida, porque dura bastante, é bom para fazer saladas. Mas por ser muito aguado e pouco saboroso, não é recomendado para molhos”, explica acrescentando que ele é o mais consumido no Brasil.

O melhor tipo para quem quer fazer um molho suculento é o italiano. “De formato alongado, tem menos sementes, não tem muita acidez, ou seja, é mais adocicado. A única desvantagem é que por ser o mais sensível de todos, não dura muito tempo. Então tem que ser comprado para consumo imediato”, ressalta Lima.

Já o tomate cereja é pequeno e assim como o italiano, bem adocicado. Segundo Sidney, ideal para fazer saladinhas ou servir de ingrediente em canapés e espetinhos. O Sweet Grape, por sua vez, cujo formato remete a uva é bem mais doce que o cereja e carnudo. “É bastante usado em pratos frios, combinado com ervas e queijos. Mas é melhor evitá-lo em molhos e sucos”, completa.

O comerciante ressalta que todos esses tomates podem ser encontrados frescos diariamente em sua loja no Mercado Distrital do Cruzeiro.

Que tal, então, celebrar a data dedicada a esses vermelhinhos com uma deliciosa receita? Abaixo você confere duas dicas práticas e bem fáceis da empresária e nutricionista Camila Bitencourt, proprietária do Buffet Fora do Comum, no bairro Gutierrez.

Molho de tomate caseiro

Rendimento 1L

Ingredientes

– 40g de cebola

– 200g de polpa de tomate

– 500g de tomate italiano

– Manjericão

– Óleo

– Sal

– Alho

Modo de preparo

Refogue a cebola e o alho. Acrescente a polpa de tomate. Corte os tomates antes de colocá-los na panela. Deixe ferver. Coloque o sal e experimente. Depois de desligar o fogo, coloque algumas folhas de manjericão. Se preferir, pode acrescentar outros ingredientes para o molho ficar mais saboroso: alcaparras e azeitonas, por exemplo, são alguns.

Confit de tomate

Rendimento: 1kg

Ingredientes

– 1kg de tomate sweet grape

– Alecrim

– Tomilho

– Manjericão

– Pimenta do reino

– Sal

– Azeite

Modo de preparo

Em um tabuleiro fundo, coloque os tomates, as ervas, o sal e a pimenta a gosto. Coloque bastante azeite, quase cobrindo os tomates. Asse por 10 minutos no forno pré-aquecido a 180ºC. Deixe esfriar. Se você preferir armazenar o confit, pode congelá-lo após o preparo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here