“Elas no volante: mulheres ganham espaço no transporte coletivo de BH”

0
296

Há pouco tempo era raro alguma mulher se aventurar como motorista de ônibus no transporte público de Belo Horizonte ou mesmo em outras áreas do mercado onde predominam o trabalho masculino. Este cenário vem mudando já a algum tempo. A cada dia tem se tornado mais comum as mulheres alcançarem representatividade em profissões como a de motorista de ônibus. Apesar de ainda serem poucas, o número vem crescendo e hoje as mulheres motoristas marcam presença em todas as empresas de ônibus da capital.

Um exemplo de profissionalismo e dedicação é da motorista de ônibus Cíntia Santos, que trabalha há mais de cinco anos na Viação São Geraldo. Ela conta que apesar do estresse do trânsito e de alguns usuários impacientes, ela tem enorme prazer em dirigir pela cidade e receber elogios dos usuários pelo trabalho, principalmente quando o reconhecimento é dos homens.

“Dirigir sempre foi minha paixão e é muito prazeroso poder exercer a profissão trabalhando com o que gosto. Procuro ser muito atenciosa com todos de uma forma que contribua para as viagens se tornarem mais prazerosas. Quando recebemos o passageiro com um sorriso de bom dia, tudo fica mais fácil”, ensina Santos.

Em Belo Horizonte elas ainda são minoria diante do total de motoristas homens, mas elas já vêm quebrando preconceitos demonstrando que a mulher tem a liberdade e capacidade de trabalhar em qualquer profissão. A maioria dessas profissionais começou em outras funções dentro das empresas, principalmente como agente de bordo, depois foram se qualificando, se interessaram pela função de motorista e conquistaram o seu espaço.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here