ELAINE ANUNAN LANÇA EP, COM CANÇÕES AUTORAIS

0
122

Dentro das celebrações de 25 anos de carreira, a cantora mineira apresenta músicas próprias, também, com uma live

Como ponto alto das celebrações de 25 anos de carreira, a  cantora, violonista, arranjadora e produtora, Elaine Anunan  lança seu primeiro EP, com canções autorais.  A estreia acontece nas principais plataformas digitais, no dia 24 de setembro, sexta-feira.

O  EP “Elaine Anunan”, traz 4 faixas: duas delas já conhecidas e duas, completamente, inéditas.

Faixa a faixa pela artista:

1-      A Manhã Que Eu Perseguia: Lançada em 16/07/2021, como single e, agora, como parte integrante do meu álbum de estréia ”Elaine Anunan”. Esta canção foi a primeira que compus e fala de um momento de luz e de redenção que veio com a pandemia, com a abertura de novos ciclos na minha vida e, com o  encerramento de outros que precisavam ser concluídos.

2-      Edição de Aniversário: quando compus esta canção, eu estava completando 60 anos em 12/04/2020, no auge da pandemia. Daí, veio a inspiração para cantar como foi inteirar mais uma década, num isolamento social, com “um brinde a mim! Saúde, paz e amor”!

3-      Samba da Histeria: esta é um relato de como estava o meu cotidiano pandêmico, longe de amigos e com um caso de amor que se encerrara…com muito humor e ironia!

4-      Rita Lee Faz Bem à Saúde: recém-lançada como single, integrará também o álbum “Elaine Anunan”. Esta é a minha homenagem à Rita Lee, pela sua irreverência, bom humor e talento que tanto me nutrem!

Todas as faixas foram compostas em abril/maio de 2020 e gravadas de abril a setembro de 2020.

O show de lançamento acontecerá em outubro e as informações serão divulgadas em breve.

Recem lançada, uma das faixas do disco, chama a atenção.  Elaine apresenta:

“Composta e gravada  no ano passado, no auge da pandemia, “Rita Lee faz bem à saúde” é a minha homenagem à Rainha do Rock. Demorou, mas, agora vem a público.

Desde 1973, quando ganhei o meu primeiro violão de natal, soube que aquilo iria me trazer uma enorme alegria.

E começou-se a minha jornada de tocar tudo aquilo que gostava.

Ouvia os bolachões – era assim que chamávamos os LP’s, os vinis.

Minha vida era ouvi-los e tirar as músicas que me interessavam.

Nesta leva, chegou Rita Lee com “Ovelha Negra” e “Esse Tal de Roquenrow.”

Eu assistia ao “Sábado Som”, programa que ia ao ar após o “Jornal Hoje” e comandado pelo Nelsinho Motta e que um dia trouxe Rita, para o meu deleite.

Um primo tinha este disco e me emprestou.

Daí, “tirei” a música, mas sabia que o buraco era mais embaixo…o som dos acordes era outro bem diferente daquele que os meus ouvidos tão primários, ainda ouviam.

Onde Rita aparecia, lá estava eu grudada na TV, tentando aprender com ela.

E fui ficando cada vez mais encantada com essa artista, tão completa, tão criativa, tão linda, que tocava violão e guitarra!

E assim nasceu a minha idolatria por ela.

Seus hits fazem parte do meu repertório pessoal e profissional.

Agora, é a minha vez de, à luz da gratidão, mesmo à distância, oferecer a ela, as energias dessa composição, influenciada pela sua arte, pela sua “pegada” rock e por todo amor pela música, que ela tanto ajudou a nutrir.

Sim, Rita Lee Faz Bem à Saúde!”

Elaine Anunan

FICHA TÉCNICA:

Direção Musical: Márcio Monteiro

Produção executiva: Elaine Anunan

Capa: Alex Pawlow

Direção de arte fotográfica: Luiza Marilac Horta

Foto: Silvia Godinho

 

ELAINE ANUNAN

Cantora, violonista, arranjadora e produtora, Elaine Anunan, natural de Belo Horizonte tem uma história em várias cidades de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo.

Foi a Líder e cofundadora da banda do VOZ E CORDAS que atuou no cenário musical mineiro de 1998 a 2004. Neste período, a banda se apresentou em várias casas de Belo Horizonte, como BERLIN BEER, NO FUNDO DO BAÚ, NUTREAL, CHOPPERIA TAPAS e MANHATTAN GRILL, além de diversos eventos dentro e fora da capital mineira.

De maio a setembro de 2002, a banda participou do projeto TRILHAS DA CULTURA, patrocinado pela fundação BELGOMNEIRA, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, quando percorreu nove cidades com o Show PELO MUNDO.

São memoráveis, as suas apresentações em casas noturnas como NUTREAL (Nova Lima), SÃO FIRMINO BOTEQUIM (Belo Horizonte), NO FUNDO DO BAÚ (Belo Horizonte), GIRU’S DISCO CLUB (Pará de Minas).

Apresentou-se na abertura da 8ª MOSTRA DE CINEMA DE TIRADENTES, em janeiro de 2005, e na abertura da 1ª MOSTRA DE CINEMA DE OURO PRETO, em Julho de 2006.

Gravou o CD  “TODA COR, TODA LUZ”, patrocinado pela FUNDAÇÃO BELGOMINEIRA, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, em julho de 2006.

Como cantora, integrou a banda CONTINENTAL CLUB BAND, em 2008 e foi selecionada pelo Projeto Cantoras Daqui, promovido pelo BDMG, em 2005.

Como violonista já tocou com MARINA MACHADO no SESC Ribeirão Preto, em 2005. Em 2004, apresentou-se em DENVER, COLORADO (EUA), a convite da PARTNERS OF AMERICAS, onde administrou oficinas de violão e música popular brasileira para estudantes de música e público em geral. Lá se apresentou ao público em eventos diversos, promovidos pela entidade.

Em 2003, foi convidada pelas cantoras BETH LEIVAS E MÔNICA TAVARES, para atuar como violonista e cantora, no show “O QUE DEUS FEZ TÁ FEITO”, no Teatro da Praça, em Belo Horizonte.

Em 2000 e 2001, atuou como cantora, violonista e arranjadora nas duas temporadas do espetáculo “EH, VIVA!”, do projeto CONSTRUINDO UM SHOW, da BABAYA ESCOLA DE CANTO, no Teatro Isabella Hendrix, Belo Horizonte.

Em 2001, fez participação especial como cantora e instrumentista no show SÁ RAINHA, da cantora TITANE, no Teatro Alterosa, em Belo Horizonte.

Integra desde 2002, o grupo feminino HARÉM DA IMAGINAÇÃO, liderado por Rosana Brito e Isabella Ladeira (Lúdica Música). Neste grupo, fez apresentações no CINE TEATRO BRASIL VALOUREC, CASA OUTONO, UTÓPICA MARCENARIA e em outras casas em Belo Horizonte. Apresentou-se no Festival de Inverno de Corais, em dezembro de 2007, em Belo Horizonte; participou da gravação do DVD do grupo “LÚDICA MÚSICA”, em novembro de 2007 e Festival de Inverno de Congonhas, em julho de 2007. Participou do projeto “TRILHAS DA CULTURA”, patrocinado pela FUNDAÇÃO BELGO MINEIRA, em 2004. Neste projeto, o grupo se apresentou em Bom Despacho, João Monlevade, Contagem e Belo Horizonte.

Sua trajetória que, também, transita pela realização de eventos corporativos e particulares com sua banda, em todo o Brasil, guarda, entre os clientes: Fundação Dom Cabral, Sociedade Mineira de Pediatria – SMP, NUTREAL, FIAT.

Nas comemorações dos 25 anos de carreira, já lançou o single e clipe “A manhã que eu perseguia”.

Mais:

Instagram:@elaineanunan

Facebook: elaineanunanoficial

YouTube: Elaine Anunan – http://youtube.com/user/anunan

 

ELAINE ANUNAN – 25 ANOS DE CARREIRA

LANÇAMENTO EP “ELAINE ANUNAN” 

24 de setembro, sexta-feira 

nas plataformas digitais Elaine A

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here